O MacGuffin: Sigamos o Vasco: vamos mandar à merda o AO

domingo, fevereiro 05, 2012

Sigamos o Vasco: vamos mandar à merda o AO

Miguel Esteves Cardoso, no Público de 05/02/2012

Grande Vasco 
"Nunca conheci um homem com o nome de Vasco de quem eu não gostasse. Não posso declarar a mesma coincidência com qualquer outro nome, feminino ou masculino. Os Vascos são abençoados. Mesmo quando exageram (sobretudo o Vasco Gonçalves), é difícil negar que não são movidos por boas intenções e honestidade intelectual. 
Muito me alegrou a primeira página do PÚBLICO de anteontem, assim como as páginas 4, 32 e 36, em que se noticiava e elogiava a decisão de Vasco Graça Moura, depois de ter consultado e obtido o apoio unânime do conselho de administração do Centro Cultural de Belém, de mandar à merda o Acordo Ortográfico. 
António Mega Ferreira é meu amigo mas, mesmo que não fosse e eu julgasse friamente o que fez, nunca deveria ter sido substituído no CCB. Por ninguém. Estava ele ou não estava a fazer um excelente e independente trabalho, como sempre fez onde quer que estivesse? Estava. 
Francisco José Viegas que, por ser um gajo porreiro, foi porreiro de mais, não fez o finca-pé que deveria ter feito. Foi uma atitude inteligente. Mas feia. 
Vasco Graça Moura não é meu amigo mas é como se fosse. Admiro-o e gosto dele, como pessoa. Apesar de ele ser trauliteiro e boçal quando defende o PSD: um partido que respeito mas que ele, lealmente, prejudica com excessivo afã sincero. É uma nódoa que lhe fica bem. 
Em 1985, na biblioteca do Grémio Literário, conhecemo-nos e juntámo-nos no Movimento Contra O Acordo Ortográfico. A luta continua."

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado sob uma Licença Creative Commons.