O MacGuffin

sábado, setembro 20, 2003

DANIEL SAMPAIO EM TERRENOS APERTADOS
Daniel Sampaio, psicólogo, homem de esquerda, disserta sobre a Esquerda e a Direita em artigo na revista Xis (Público).
Diz Sampaio:
"Na educação, a direita estará sempre a falar da autoridade do professor e das medidas de controlo disciplinar, enquanto a esquerda acreditirá sempre na relação professor-aluno e na construção de um sentido para o trabalho escolar.
Na toxicodependência, a direita defenderá o internamento compulsivo dos «drogados» (como diz em surdina), enquanto a esquerda defenderá a metadona e as outras políticas de redução de riscos.
É por isso que chegámos à grande clivagem actual entre esquerda e direita: os direitos humanos. E assim a esquerda nunca poderá esquecer os presos, os toxicodependentes, os sem-abrigo, as vítimas de abuso sexual. Promoverá cada vez mais políticas de solidariedade social, que se traduzam numa efectiva diminuição da pobreza e da exclusão.
Estará atenta aos problemas das minorias sexuais. Elegerá, em definitivo e com prioridade, a melhoria da saúde e da educação."


Alguém tem paciência para dissecar este role de preconceitos esquerdistas, sob a capa de certezas absolutas aliadas à presunção? Eu não. Apenas digo: de uma vez por todas, seria bom que a esquerda pensasse que não é a proprietária da patente da justiça social, da bondade e das boas intenções. A esquerda não tem a exclusividade da sensibilidade e do altruismo. A esquerda não é a campeã dos direitos humanos e na luta contra a pobreza. Ao contrário e contra a direita - que continua a ser retratada como fria, insensível, egoista, comodista e pérfida. Quando é que a esquerda perderá a sua patética presunção? Receio que nunca...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado sob uma Licença Creative Commons.