O MacGuffin

quinta-feira, julho 10, 2003

O DANDY DO PS

Desde muito cedo ensinaram-me que, na arte de (bem) vestir, se exige descrição, parcimónia e uma boa dose de desinteresse pelo assunto. Tão mau como vestir mal é dar a entender, pela forma como nos vestimos, que nos preocupamos excessivamente com o estilo e o tom dos trapinhos que envergamos. Vem isto a propósito do Eng. José Sócrates e do que foi escrito pelo excelente Pedro Lomba. Tenho um problema com o Eng. Sócrates. Quando observo os seus fatos ‘multi-color’ estupidamente imaculados, sem o mínimo vestígio de um só vinco; o cabelo severamente arranjado; a linguagem gestual monocórdica e, em momentos mais casual, o blaser de cabedal preto com a respectiva gola alta da mesma cor (numa tentativa de fugir ao mainstream e de abraçar um estilo ‘cool’ e ‘avantgarde’), vislumbro sempre produção a mais para o meu gosto. Há no engenheiro um excesso de vaidade e um narcisismo latente que me impõe as maiores reservas. Junte-se a tudo isto uma clara propensão para o dogmatismo ‘nomenklado’, para as declarações definitivas, para a objectividade mais asséptica e para o exercício de um moralismo politicamente parcial, et voilà: não vou à bola com o homem. E tenho pena porque, no PS, ele é bem capaz de ser do melhor que por lá anda.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado sob uma Licença Creative Commons.