O MacGuffin: Não esquecendo a Viana do Alentejo

domingo, janeiro 10, 2010

Não esquecendo a Viana do Alentejo

Miguel Esteves Cardoso in Público 10/01/2010
"O FUGAS é um potente aperitivo. O de ontem aliciava quem tenha a sorte de estar no Porto entre hoje e sábado, a instalar-se nas alturas do restaurante da Casa da Música, a apreciar os picos da cozinha vienense, preparados por um dos melhores chefes austríacos, Florian Ortner.

Dizem que esconde grandes segredos. Nenhum, porém, será tão difícil de explicar o hábito português de nos referirmos à capital austríaca como Viana de Àustria. É o meu primo que está a estudar piano em Viana de Áustria. É este bolo de chocolate feito com uma receita de um café em Viana de Áustria.

Esta semana estava a falar com um médico e quando me referi a um estudo publicado em Viena, ele procurou logo esclarecer: "Viena de Áustria?" Apetece logo responder "Não, Viena do Castelo" mas não se pode, porque o vício está enraizado. Não é só o facto de haver poucas Vienas à parte a de Áustria. Há uma Viena na Virgínia, nos Estados Unidos da América, mas é raro ouvir falar-se dela. Nem sequer o maestro Victorino d"Almeida a menciona.

É a força do nome da cidade. Alguém fala em Viena e nós, por magia, pensamos logo em Viena de Áustria. Não nos ocorre mais nenhuma. O refrão da canção de 1981 dos Ultravox "(It means nothing to me, oh)Vienna" perderia dramatismo se tivesse de acrescentar of Austria.

Só nos resta agradecer que a precisão não se alastre a outras grandes cidades: "Comprei este lenço em Londres da Inglaterra mas ele foi feito em Roma de Itália".

Obrigados!"

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado sob uma Licença Creative Commons.