O MacGuffin: Um post à Alfaiate Lisboeta*

quarta-feira, outubro 06, 2010

Um post à Alfaiate Lisboeta*

(* sem esquecer o original)

Há uma peça de vestuário que marca presença no meu guarda-fato desde que me lembro de ser gente: uma canadiana. Em inglês: duffle coat (consta que a origem deste sobretudo de ¾ se encontra na cidade de Duffel, Bélgica).

A canadiana, que começou a ser mais difundida no início do século XX, quando a British Royal Navy a adoptou como casaco oficial, caracteriza-se pela ausência de forro ou enchimento (as suas qualidades térmicas dependem unicamente de um tecido grosso de pura lã), por um capuz sobredimensionado (na verdade, permite sobrepor-se a um chapéu ou a um capacete), por bolsos laterais grandes (com ou sem pala) e, finalmente, por um sistema de abotoamento muito ‘sui generis’: o botão é um pedaço oblongo de madeira ou, originalmente, de marfim de morsa ou corno, que se prende num laço de cabedal ou corda. Estas características tornam a canadiana uma peça de vestuário a meio caminho entre o classicismo excêntrico de uma época e de um ambiente já perdidos (com as suas idiossincrasias inexplicáveis nos dias de hoje), e o tipo de modernidade que se alimenta da reinvenção do passado (no caso da canadiana, desenganem-se: prevalece uma assinalável linha de continuidade).

Seja como for, a canadiana foi, é e continuará a ser o meu casaco preferido. Tomem a devida nota, que estas coisas são importantes. E não têm que agradecer.




1 Comentários:

Blogger Isa disse...

tao giro! acho que isso é coisa de alentejano, n? a versão chique da samarra, sem pêlo :)

5:16 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado sob uma Licença Creative Commons.